O que são

Varizes conceitualmente são definidas como veias alongadas, dilatadas e tortuosas. Aparecem debaixo da pele (principalmente nas pernas e nos pés) em função do enfraquecimento de suas paredes que, ao se dilatarem, alteram a fisiologia de funcionamento do sistema venoso. Acometem cerca de 20% da população adulta e são cinco vezes mais comuns em mulheres.

Quem deve procurar o Vascular

- Quem apresentar algum sintoma ou sinal: dor, peso, vermelhidão.
- Pacientes com preocupação estética
- Pessoas interessadas em prevenir futuras complicações

Causas

Resultam da interação de fatores genéticos e fatores adquiridos
- Genética: estudos comprovam a correlação entre pais e filhos com varizes.
- Sexo: acomete cerca de 4 a 5 mulheres para cada homem
- Idade: ocorre aumento progressivo das varizes após a adolescência, aumentando com os anos.
- Obesidade: o aumento do volume abdominal sobrecarrega o trabalho de drenagem das veias do abdome e dos membros inferiores, provocando as dilatações.
- Gestação e hormônios femininos: existem várias explicações para esta combinação. Durante a gestação, em razão do cordão umbilical, ocorre um aumento do fluxo nas veias do abdome com sobrecarga das veias dos membros inferiores. Além disso, o feto também comprime as veias que drenam o sangue dos membros inferiores. Sem falar que a elevação nas taxas dos hormônios femininos estrógeno e progesterona além de aumentar o volume de sangue circulante, também atuam na constituição das paredes das veias, deixando-as mais fracas e suscetíveis à dilatação.
- Profissão: nas profissões em que o individuo permanece por longos períodos sentado ou em pé também ocorre sobrecarga do sistema venoso que fica mais propenso às varizes.
- Sedentarismo: a atividade dos músculos da perna (panturrilha) é fundamental para o bom desempenho da circulação venosa. Pacientes com menos condicionamento físico possuem a musculatura pouco desenvolvida.
- Obstipação intestinal: dietas pobres em fibras levam à obstipação, provocando pressão abdominal que dificulta o retorno venoso.
- Calçado: sapatos de salto alto podem favorecer, indiretamente, o surgimento das varizes, pois anulam o movimento de contração e relaxamento da panturrilha que é fator primordial para a drenagem das veias das pernas.

Sintomas

As queixas mais comuns nos pacientes com varizes são:
- Dor (a presença varia - muitos pacientes com varizes de grossos calibres nada reclamam e outros com poucas e finas veias se queixam bastante!)
- Fadiga
- Sensação de peso (melhora com a elevação das pernas)

As queixas menos frequentes são:
- Ardor
- Coceira
- Formigamento
- Inchaço
- Cãibras

Casos mais avançados podem manifestar:
-Sangramento (varicorragia)
-Úlceras.

Tratamentos

Podem ser: clínico, cirúrgico ou através da aplicação de espuma.

Clinico:
-Evite permanecer por longos períodos de pé ou sentado com as pernas paradas.
- Combata a obesidade
- Evite sapatos com saltos muito altos
- Pratique atividade física a fim de fortalecer a musculatura da panturrilha
-Evite exercícios de impacto ou elevação de peso e prefira os aeróbicos
- Use meia de compressão elástica para ajudar na drenagem do sangue. A compressão poderá ser suave, moderada ou alta.
-O médico pode prescrever: flebotônicos (remédios que melhoram a contração das veias e diminuem o processo inflamatório) como rutina, castanha da india, diosmina/hesperidina.

Cirúrgico - reúne três tipos:
• Convencional: retirada das varizes através de mini-incisões, podendo ou não estar inclusa a retirada da safena.
• À laser: o laser elimina o vaso através de disparo feito pela fibra ótica introduzida nas varizes.
• Ligadura endoscópica de veia perfurante: alternativa para pacientes com úlceras ativas ou fibrose severa.

Aplicação de espuma:
A substância é injetada no interior das varizes, provocando sua oclusão. Com o tempo elas são absorvidas pelo organismo e desaparecem.

Prevenção

Controlar os fatores de risco, utilizar meias elásticas e visitar o cirurgião vascular para orientações.

Marcação de varizes utilizando fleboscópio
Doppler color
Marcação das varizes para cirurgia convencional
Aplicação de varizes durante a cirurgia (aproveitamos o momento operatório para secagem)
Retirada de varize por cirurgia convencional
Vascular Net - Especialista Vascular (2010) - Todos os direitos reservados. | Projeto editorial: Entrelinhas | Criação e desenvolvimento: Midiatre