Angioplastia de carótida - Correção de aneurisma de aorta

Angioplastia de carótida (causa o AVC).

Este procedimento era realizado apenas por meio de cirurgia na qual se fazia uma incisão na região do pescoço para identificar a artéria carótida (leva sangue para o "cérebro") e retirar o material (ateroma) responsável pela obstrução.

Agora o paciente tem a opção de fazê-la por via endovascular. Ou seja um cateter de fino calibre é introduzido pela virilha até chegar na artéria carótida. Sob visão indireta (raio-X), a artéria é desobstruída com a colocação de uma rede metálica expansível denominada stent. Pode ser feita sob sedação ou anestesia geral, sem cortes. Vale reforçar que este método vem ganhando espaço frente à cirurgia convencional (ainda primeira opção).

Correção de aneurisma de aorta

Consiste na introdução de material sintético (denominado endoprótese) na artéria dilatada, isolando a sua parte doente.

A nomenclatura endovascular é explicada porque dispensa a abertura do abdome. Tudo se dá pela introdução de um fino cateter na virilha do paciente. A endoprótese é locada e liberada, desviando o fluxo de sangue do aneurisma.

Por ser um procedimento mais rápido, menos traumático, de recuperação mais precoce e que dispensa a cirurgia geral com corte no abdome, vem ganhando espaço e substituindo a cirurgia convencional.

Vascular Net - Especialista Vascular (2010) - Todos os direitos reservados. | Projeto editorial: Entrelinhas | Criação e desenvolvimento: Midiatre